Quais são as KPIs de viagens corporativas?

Publicado em 29 de dezembro de 2021

KPIs para viagens corporativas

Todo negócio tem sua forma de acompanhar seus resultados e esse acompanhamento só é possível por meio de Key Perfomance Indicator (chaves indicadoras de performance), as KPIs.  

Os indicadores, simplificando o termo, podem ser usados para diferentes áreas da empresa. Afinal, o objetivo é avaliar o custo benefício dos processos e criar estratégias para que essa relação seja cada vez mais eficiente.  

Planilhas, organogramas, gráficos, já são alguns exemplos populares desse acompanhamento, mas o que analisar no caso das viagens corporativas? Confira a seguir.

Quais KPIs observar na gestão de viagens corporativas?

No caso das viagens corporativas, uma boa análise das KPIs pode significar uma economia financeira e um colaborador mais satisfeito.

Isso porque viagens corporativas demandam gestão, recursos, pessoas e tempo, mas também possuem um fim vantajoso para a organização. 

Para unir o útil ao agradável, e conseguir administrar as viagens de forma que não se tornem despesas, mas sim investimentos, separamos alguns indicadores para a sua empresa observar a partir de agora.  

1. Data de Compra das Passagens e Reservas 

Esse indicador pode ser um redutor de custos enorme! Isso porque a data de compra de uma passagem de avião, por exemplo, pode mudar completamente o preço do bilhete.  

Sendo assim, se um colaborador faz a compra em cima da hora, significa um custo desnecessário para a empresa e ele pode ser orientado em uma próxima vez. 

2. Ticket Médio das Passagens e Outros Custos 

De tempos em tempos é possível acompanhar o quanto a empresa está gastando com as viagens corporativas e qual o ticket médio dos valores de passagens, hospedagem, transporte, alimentação entre outras. 

Com essas informações os responsáveis podem, por exemplo, decidir se os motivos para contratar uma empresa especializada em viagens corporativas compensam o custo.

Até porque, essas organizações conseguem descontos diferenciados e fazem a administração desses recursos por conta própria. 

Dessa forma, o investimento pode resultar em viagens mais baratas e mais tempo livre para os gestores se dedicarem a outros projetos. 

3. Satisfação do Colaborador 

Um outro item importante para medir nas viagens corporativas é a satisfação do colaborador que está viajando.

Afinal, a empresa que não investe no bem-estar dos funcionários está sofrendo perdas humanas e financeiras, com certeza. 

Pedir uma avaliação da viagem ao colaborador pode mostrar se o serviço que você está contratando para o deslocamento vale a pena, se os negócios estão sendo tratados por uma pessoa engajada e se o objetivo da viagem está sendo alcançado. 

4. Alterações na Política de Viagens Corporativas 

Vale a pena definir indicadores que identificam se a política de viagens corporativas da sua empresa está adequada a realidade.  

Isso pode ser medido por meio dos custos, o número de cancelamento da viagem, a quantidade de colaboradores viajando simultaneamente, a quantidade de fraudes que ocorrem no mês ou ano, etc. 

Repensar tudo isso faz com que a empresa chegue a uma política de viagens corporativas perfeita, tornando esse tipo de esforço fácil de gerenciar e efetivo.  

5. Eficiência dos Serviços Terceirizados  

Um KPI importante para as viagens corporativas da sua empresa é a velocidade de atendimento das agências, companhias aéreas, seguros, locadora e todos os serviços que precisam ser contratados em uma viagem corporativa. 

Muitas vezes o problema está aí: você está despendendo recursos para os serviços errados.

Uma vez que estiver claro a resposta desses terceiros, você pode avaliar os riscos e exigir melhorias. Ou procurar uma empresa que solucione os problemas que você está tendo de acordo com as KPIs.  

Você já conhece a Belvitur? 

A Belvitur está entre as três maiores agências de viagens corporativas de Minas Gerais, de acordo com a Associação Brasileira de Agências de Viagens Corporativas (ABRACORP).

Com quase 60 anos no mercado, é por meio da nosso know how que garantimos o melhor atendimento e solução para empresas de todos os segmentos. 

Mas melhor do que ter uma agência especializada, é contar com o auxílio das ferramentas de Online Booking Tool (OBT) para administrar viagens corporativas, emitir relatórios, gerenciar custos e até fazer transações financeiras, agilizando processos de reembolso. 

 A plataforma B.Corp é um exemplo da automatização de tudo isso, vale a pena conferir! Entre em contato com as lojas Belvitur para saber mais.