Mais pessoas pretendem viajar a trabalho em 2022

Publicado em 24 de dezembro de 2021

bleisure

O relatório Tendência de Mobilidade e Viagem no Brasil, divulgado pela Localiza na segunda-feira (10), revelou que 67% dos viajantes pretendem se deslocar a trabalho no próximo ano. O número representa um aumento de 13% em relação às intenções de viagens corporativas em 2020.  

Isso significa que as empresas estão retomando as atividades normais aos poucos e as viagens voltam a fazer parte da rotina organizacional. 

Segundo o mesmo relatório, mais de 50% dos entrevistados, costumam viajar tanto a lazer quanto a trabalho, indicando mais uma tendência para as business travel, a bleisure. 

Nessa modalidade, as viagens são mais longas com tempo de sobra para o colaborador curtir o destino, descansar e se divertir, para além das conferências e reuniões.  

Será esse o caminho para motivar a retomada das viagens corporativas?  

Como funciona a Bleisure?  

Em uma pesquisa realizada pela BridgeStreet Global Hospitality, uma rede fornecedora de apartamentos mobiliados como alternativa de hospedagem para viajantes do mundo todo, 83% dos colaboradores que embarcavam por motivo profissional em 2014, aproveitavam a viagem para conhecer o destino também. 

Além disso, 96% acreditavam que as viagens rendiam novas experiências pessoais.  

Essa tendência cresce junto com a mentalidade dos millenials, a nova geração no mercado, que acreditam ser importante um equilíbrio entre a vida profissional e pessoal.   

O fato é que, seja para empresa ou para o viajante, as viagens bleisure possuem suas vantagens, principalmente relacionadas a experiência do colaborador. 

Qual o benefício?  

Proporcionar momentos de lazer para uma equipe de trabalho faz com que a organização ganhe pontos com os colaboradores, que viajam com mais ânimo para fechar negócios, fazer network e voltar com a mala cheia de histórias legais. 

Assim, a viagem corporativa deixa de ser um compromisso e se torna foco de pessoas engajadas, dispostas a trabalhar mais e a compartilhar bons momentos com os colegas da organização. 

De acordo com a pesquisa, 78% dos entrevistados pela rede BridgeStreet apontaram que essa vantagem agrega valor ao trabalho e os deixam mais animados para realizar as atribuições corporativas. 

Ou seja, empresa, colaborador e cliente saem ganhando, apenas transformando a logística da viagem! 

O que considerar ao realizar viagens Bleisure ?

É importante que, caso a intenção da viagem seja uma modalidade lazer + corporativa, a organização cuide para que as Políticas de Viagens Corporativas estejam de acordo e claras para o colaborador. 

Fora isso, é possível flexibilizar a escolha de hotéis, passagens e datas, orientando o profissional a utilizar ferramentas de gestão como as OBTs para facilitar o acompanhamento da viagem por parte do gestor.  

Se precisar contar com uma gestão rápida, inovadora e eficiente, conte com o B.Corp e todo o nosso time de agentes corporativos!